Receba nosso FEED/RSS gratuitamente em seu e-mail:

Delivered by FeedBurner

Like
Like Love Haha Wow Sad Angry

O catálogo filatélico ou de selos é uma publicação que indexa, descreve e apresenta os selos (ordinários, comemorativos, telegráficos, …) e outras peças filatélicas (inteiros postais, por exemplo), informando seu preço de mercado. Os catálogos podem ser elaborados, segundo diversos critérios, temos assim os genéricos, bem como, os especializados. Existem inclusive os temáticos.

(Catálogo página interna)

É uma ferramenta essencial da filatelia e do colecionismo filatélico em geral, de uso obrigatório para todos os colecionadores, sejam eles veteranos ou iniciantes. Os catálogos filatélicos estão incluídos na classe literatura filatélica.

O colecionador deve acostumar-se a nunca fazer qualquer negócio, seja de compra, venda ou troca, sem antes consultar um catálogo. Nos catálogos temos um excelente parâmetro para o campo negocial. Acostumando-se ao uso desta ferramenta, o colecionador estará evitando uma série de aborrecimentos, entre os quais a possibilidade de vender selos por preços muito abaixo do valor real, ou adquiri-os por preço muito acima do normal.

Neste tipo de publicação, o colecionador encontrará não apenas o valor atual de cada selo (mercado filatélico), tanto novo como usado, mas também poderá obter uma infinidade de informações sobre cada emissão, tais como a tiragem, data da emissão, nome completo da emissão, processo de impressão, papel empregado, variações de cor, picotagem, etc., além da existência ou não de variedades. No que concerne as variedades, estamos nos referindo aos erros ou defeitos de fabricação, que valorizam o selo, contribuindo quando incluídos em nossa coleção, nos quesitos diversidade de materiais filatélico apresentados, bem com, no elemento raridade.

(Página interna do Catálogo RHM)

Cada catálogo apresenta um sistema de numeração próprio, com um número individual, para cada selo emitido, o que nos permite, com base neste individualizador numérico, elaborar nossas mancolistas ou listas de falta.
O primeiro catálogo de selos foi publicado na França por Oscar Berger-Levrault (1826-1903 – um impressor de Estrasburgo), no dia 17 setembro de 1861, ou seja, 21 anos depois de ser posto em circulação o primeiro selo postal emitido no mundo. Este trabalho, com tiragem pequena, constitui-se numa obra bibliográfica extremamente rara, foi distribuído entre seus amigos e enumerava os 973 selos e inteiros postais que por ele eram conhecidos até a data de sua edição.

(Oscar Berger-Levrault)

Em 1867, Berger-Levrault editaria um novo catálogo, também sem imagens. Este trabalho foi editado om o título “Les timbres-poste: catalogue méthodique et descriptif de tous les timbres-poste connus“. Esta obra foi digitalizada e integra o  projeto Google, podendo ser baixado para seu computador, na íntegra, para tanto clique no link abaixo.

O primeiro catálogo ilustrado, por sua vez, é de autoria de Alfred Potiquet (1820-1883) e data de dezembro de 1861.

(Alfred Potiquet e a capa da edição de 1862 de seu catálogo)

Cada país, ou pelo menos os principais países do mundo, têm o seu próprio catálogo, os chamados “Catálogos Nacionais”, que tratam de todos os selos emitidos pelo país onde o catálogo é editado. É o caso do “RHM, editado por Peter Meyer, no Brasil; do “Sakura” no Japão; do “Bollafti” na Itália, etc.

Existem ainda os chamados “Catálogos Internacionais” (generalistas), que reúnem, em vários volumes, todas as emissões, de todos os países do mundo.
Entre os existentes, o mais utilizado no Brasil é o “Yvert e Tellier”, editado na França, com cotações em Euros.

(Yvert e Tellier)

Em língua alemã, existem o “Michel” (surgiu a partir de uma lista de preços elaborada pelo comerciante Hugo Michel de Apoldae) o “Borek” editados na Alemanha e o “Zuminstein”, editado na Suíça.

(Michel)

Nos Estados Unidos temos o Scott, com preços em dólares. O primeiro catálogo desta bandeira foi um panfleto de 21 páginas com o título “Descriptive Catalogue of American and Foreign Postage Stamps, Issued from 1840 to Date, Splendidly Illustrated with Colored Engravings and Containing the Current Value of each Variety”. Foi publicado em setembro de 1868 por John Walter Scot.

(Edição de 1869 do Scott)
(Catalogo Scott digital)​

Na Inglaterra é editado o Stanley Gibbons, que teve por nascedouro, uma lista de preços de selos “penny” publicada em novembro de 1865, por Edward Stanley Gibbons.

(Edição de 1899 do Stanley Gibbons)
(Edição de 2006 do Stanley Gibbons)

Algumas destas empresas editam paralelamente catálogos temáticos, arrolando os selos emitidos pelas diversas administrações postais, tendo como motivo (assunto) um determinado tema. Existem catálogos das temáticas mais colecionadas. A título de exemplo podemo incluir o Catálogo Michel: temática Olimpíadas. Nesta linha não podemos esquecer as inúmeras publicações do gênero editadas pela DOMFIL.

(DOMFIL – Xadrez)
(DOMFIL – Aves)

Além das obras comerciais, muitos colecionadores elaboram suas próprias listas, como resultado de pesquisas sobre seus temas. Dentre estas podemos citar a checklist elaborada por David Nye sobre o tema de Cristóvão Combo, usando a numeração do Catálogo Scott. A mesma pode baixada para seu computador clicando no link abaixo.

No âmbito da “American Topical Assocation” (ATA) muitas de suas unidades de estudo tem catálogos temáticos. Por exemplo a “Petroleum Philatelic Society International” emite o “Petroleum Stamps of the World (PSW)”.

(Petroleum Stamps of the World – PSW)

Outro exemplo, também no âmbito da ATA,  é a checklist criada por Karen Cartier, mantida por Tom Stillman, com colaboração de Gary Goodman, versando sobre o tema Doces. Para consultá-la clique no link abaixo.

Recentemente a Internet transformou-se numa fonte adicional de informação filatélica, sendo que alguns catálogos dispõem igualmente de uma versão on-line e outros apenas existem no meio virtual. Na categoria dos exclusivamente virtuais, podemos incluir o Catálogo CDD de Selos do Brasil.
A preferência por um ou outro catálogo internacional, é algo muito pessoal, dependendo do gosto e da facilidade de cada colecionador em dominar uma ou outro idioma, já que todos os universais são de procedência estrangeira.

Conhecendo o autor:
Mantenedor do Portal do Filatelista Temático
CARLOS DALMIRO SILVA SOARES é atuante filatelista temático (hobby pelo qual é apaixonado desde a infância), jurado FEBRAF, palestrante filatélico, bem como, coordenador da comissão para juventude da Federação Brasileira de Filatelia (FEBRAF), representando o país nas correlatas existentes na FIAF e na FIP. Coleciona os seguintes temas: petróleo, energia nuclear, terremoto, Lenim, Centauros e Orixás.

All rights reserved.

In case of using any material, a reference to "Topical Philately" is mandatory!

The stamp designs themselves are properties of the respective countries' postal agencies, as well as, all other trademarks and copyrights on this page are property of their respective owners.

Topical Philately é uma página não comercial e não oficial de divulgação da Filatelia Temática. É uma página aberta à filatelia no mundo. Este espaço também é seu. Colabore.


Topical Philately is a non commercial and non official home page to publish the Topical Philately. It is an international home page opened to the philately. This coin is also yours. We expect your collaboration.


Topical Philately est une page non commerciale et non officielle pour montrer la philatélie thématique. Elle est aussi une page ouverte à la philatélie internationale. Cet espace est aussi à vous. Nous attendons votre collaboration.

(c) Home page da Topical Philately – Divulgado na Rede a partir 01/VIII/2008.

(c) Petroleum: The Black Gold – Divulgado na Rede a partir 05/X/1996

(c) Nuclear Energy – Divulgado na Rede a partir 05/X/2007

(c) Earthquake – Divulgado na Rede a partir 21/IX/2009

(c) For Teacher  – Divulgado na Rede a partir 04/I/2011

(c) Bee – Divulgado na Rede a partir 22/IV/2012

(c) Lenin – Divulgado na Rede a partir 06/VI/2012

(c) Centauro – Divulgado na Rede a partir 17/IV/2013

(c) Filatelia Juvenil – Divulgado na Rede a partir 21/II/2014

(c) Matriusca – Divulgado na Rede a partir 08/IX/2015

Aug 21, 2017
Calvin and Hobbes ou Calvin e Haroldo (como é conhecido no Brasil) é uma obra prima do chargista norte-americano William B. Watterson, natural de Washington, iniciada em 18 de novembro de 1985 e tendo seu fim em 31 de dezembro de 1995. Nos referido quadrinhos, produzidos por uma década, nos deparamos com um garoto extremamente […]
Aug 20, 2017
Araraquara é um importante município no interior paulista, localizado na região Central do estado, a uma distância de 270 quilômetros da capital. Em 2007, foi a cidade brasileira melhor qualificada quanto ao Índice FIRJAN de Desenvolvimento Municipal. Sua população, é de 228664 habitantes (estimativa de 2016). Esta próspera cidade abriga um campus da UNESP e […]
Aug 19, 2017
O Dia Mundial da Fotografia é comemorado anualmente em 19 de agosto. A fotografia é, sem dúvida, uma das invenções mais extraordinárias da história da humanidade, … … pois tornou possível captar por meio de lentes a imagem para registrar a história de povos e as transformações do mundo. Por certo, trata-se de um invento […]
×
Mantenedor do Portal do Filatelista Temático
CARLOS DALMIRO SILVA SOARES é atuante filatelista temático (hobby pelo qual é apaixonado desde a infância), jurado FEBRAF, palestrante filatélico, bem como, coordenador da comissão para juventude da Federação Brasileira de Filatelia (FEBRAF), representando o país nas correlatas existentes na FIAF e na FIP. Coleciona os seguintes temas: petróleo, energia nuclear, terremoto, Lenim, Centauros e Orixás.

Like
Like Love Haha Wow Sad Angry

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui